top of page

Tudo o que você precisa saber sobre o Sistema Nervoso Simpático e Parassimpático.


O sistema nervoso simpático e parassimpático são dois ramos distintos do sistema nervoso autônomo, responsáveis pelo controle das respostas involuntárias do corpo a estímulos ambientais.


O sistema nervoso simpático é ativado em situações de estresse ou emergência, preparando o corpo para lutar ou fugir. Ele acelera a respiração e o batimento cardíaco, dilata as pupilas, aumenta a quantidade de açúcar no sangue e redireciona o fluxo sanguíneo dos órgãos internos para os músculos. Os principais neurotransmissores envolvidos são a noradrenalina e a adrenalina.


Por outro lado, o sistema nervoso parassimpático é ativado durante momentos de relaxamento e descanso. Ele auxilia na restauração da homeostase, reduzindo a frequência cardíaca e respiratória, estimulando a digestão e a produção de saliva. O neurotransmissor principal envolvido nesse processo é a acetilcolina.


A homeostase refere-se ao equilíbrio interno do corpo, essencial para um funcionamento saudável. O sistema nervoso autônomo, com seus ramos simpático e parassimpático, desempenha um papel fundamental nesse processo, ajudando o corpo a se adaptar a mudanças ambientais e manter o equilíbrio interno.


Um exemplo de como os estímulos são transmitidos do cérebro ao órgão alvo é a resposta do corpo ao estresse. Quando o cérebro percebe uma situação estressante, ele sinaliza ao sistema nervoso simpático para liberar noradrenalina e adrenalina. Esses neurotransmissores ativam uma série de respostas no corpo, como aumento do batimento cardíaco e da pressão arterial, preparando-o para enfrentar o estresse.


Além disso, outros órgãos como trato gastrointestinal, bexiga e órgãos reprodutivos também são controlados pelo sistema nervoso autônomo. Ele desempenha um papel vital em nosso corpo, ajudando-nos a lidar com as demandas ambientais e manter a homeostase interna.


O sistema nervoso inerva todos os órgãos do corpo, incluindo":

  • coração

  • pulmões

  • fígado

  • pâncreas

  • estômago

  • intestinos

  • rins

  • bexiga

  • útero

  • ovários

  • testículos

  • pele

  • músculos

  • glândulas.


Esses órgãos são inervados tanto pelo sistema nervoso simpático quanto pelo parassimpático, cada um desempenhando funções opostas para manter o equilíbrio e a homeostase no corpo.

9 visualizações0 comentário
bottom of page